Hora das decisões no Algarve

 

 

47 viaturas estão inscritas para a edição de 2019 do Rallye Casinos do Algarve. O destaque vai para a

luta a quatro pelo título de Campeão Português de Ralis, entre Ricardo Teodósio, a jogar em “casa”,

Bruno Magalhães, Armindo Araújo e José Pedro Fontes. O piloto algarvio segue à frente na tabela

classificativa, sendo que será automaticamente campeão se vencer a prova ou ficar em segundo lugar.

Para animar à festa, estarão também presentes habitués no campeonato como Pedro Meireles (VW

Polo GTI R5) ou Pedro Almeida (Skoda Fabia R5), havendo também visitantes bastantes especiais

como é o caso dos madeirenses Alexandre Camacho e Pedro Paixão, ambos em Skoda Fabia R5 ou

de Carlos Martins em Citroen C3 R5. Ainda nos carros da categoria máxima admitida, há a destacar

também a presença do espanhol Robert Blach Jr. (Citroen DS3 R5), que tenta aqui chegar à vitória no

FIA Iberian Rally Trophy e do irlandês Pauric Duffy (Ford Fiesta R5) que volta à prova dois anos depois

da estreia no Algarve.

Falando ainda no FIA Iberian Rally Trophy, de referir que José Merceano e Adruzilo Lopes irão lutar

pela vitória na categoria ERT2, marcada também pelo regresso de Vítor Teodósio a provas do

Campeonato Português de Ralis (embora não possa pontuar por o seu Mitsubishi Evolution X estar com

a especificação R4) e com a visita do espanhol Carlos Rodriguez. Nas duas rodas motrizes, Gil Antunes

já assegurou o título nacional mas não quererá deixar créditos por mãos alheias.

O Rallye Casinos do Algarve decide também quem será o vencedor do Campeonato Português de

Clássicos de Ralis, com a disputa a ser entre Pedro Leone (Ford Escort Cosworth) e Luís Mota

(Mitsubishi Lancer), tendo a companhia de Vítor Calisto (Ford Escort Mk1) e do antigo campeão norte-

irlandês de Clássicos, Richard Hall (Ford Escort RS 1800).

 

Quanto ao Campeonato Sul de Ralis, este será um momento de consagração para Márcio Marreiros,

Face à ausência dos seus concorrentes nesta prova. O piloto portimonense, que celebrará aqui o sexto

título neste campeonato, deverá enfrentar a oposição de João Bica e Ricardo Filipe, havendo também a

curiosidade para ver o que fazem duas viaturas em estreia, o BMW M3 de Manuel Pinto e o Peugeot

106 Kit-Car de Paulo Santos.

A prova vai para a estrada no dia 01, com os concorrentes a fazerem o shakedown e qualifying stage na zona de Porches no início da manhã para depois terem a partida oficial às 14.30, saindo do recinto da

FATACIL em Lagoa, onde estará também localizado o Parque de Assistência, para irem enfrentar duas

pasagens pelos troços de Portimão e Chilrão, culminado o dia com a super-especial noturna de Lagos,

este ano equipada com ecrâs gigantes na área de maior público para poderem seguir todas as

incidências do percurso. No segundo dia, serão percorridos as classificativas de Nave Redonda e

Monchique também por duas vezes, com a parte competitiva a terminar no coração de Portimão, com a

super-especial “Cidade Europeia do Desporto 2019”. Como habitualmente, o pódio será junto ao Hotel

Algarve Casino na Praia da Rocha.

De notar que o Rallye Casinos do Algarve será o primeiro rali do Campeonato Português a receber o

selo de Ecoevento, neste caso atribuído pela Algar. Esta é uma prova organizada pelo Clube Automóvel

do Algarve (CAAL), sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, e conta com os

apoios da Solverde Casinos e Hotéis e dos Municípios de Lagoa, Lagos, Monchique e Portimão.

Informações sobre a prova poderão ser consultadas em www.clubeautomovelalgarve.pt , havendo um

acompanhamento constante nas redes sociais do CAAL https://www.facebook.com/CAAlgarve ,

https://www.instagram.com/clube_automovel_do_algarve/ e https://twitter.com/Caalgarve . Poderá

contar também com uma emissão de rádio online, criada para acompanhar o evento, em

http://mixlr.com/ralicasinos2019 (disponível a partir das 15h00 de 01 de novembro).